assinar: Posts | Podcast

Opinião: Gotham

1 comentários
Opinião: Gotham

Ontem à noite estreou, na Warner Channel, Gotham: aquela série do Batman sem o Batman. E, como somos bons rapazes que não cometem nenhum tipo de contravenção, esperamos a estreia na TV para tecer alguns comentários.

Para começar é preciso dizer que só torce o nariz para uma série sobre Gotham City quem realmente não conhece a mitologia por trás do homem morcego, já que a cidade é tão doente quanto qualquer um de seus inimigos, os presos de Gothan e até mesmo o próprio morcegão.

gotham_cast

Ao que tudo indica, este é elenco principal da primeira temporada

Dito isso, Gotham começa seguindo uma jovem Mulher-Gato naquilo que parecia uma cena banal do cotidiano da ladra. Mas, no momento seguinte, ela presencia a morte de Thomas e Marta Wayne. E aí está o plot básico de toda a série.

Além dela e de um novato James Gordon, que é quem vai investigar o crime ao lado de seu companheiro corrupto, Harvey Bullock, esse episódio piloto nos apresenta a quase todos os personagens do universo do Batman. Alfred, Charada, Hera Venenosa e até mesmo um cara que talvez possa, com muito esforço, nos fazer pensar “Uau, será que aí está o Coringa?”

A princípio, parece que a série vai ter bem aquele clima de séries policiais, com a trama girando em torno da máfia comandada por Carmine Falcone e sua principal aliada, Fish Mooney. Mas impressionante mesmo nesse começo é a atuação de Robin Lord Taylor como Oswald Cobblepot, que conhecemos como Pinguim. Taylor, se não ceder ao impulso de exagerar na interpretação, pode se tornar o destaque da série.

pinguim

Robin Lord Taylor é nossa aposta para roubar a cena durante a série

No geral a estreia é bem boa, ao apresentar uma Gotham que, gradativamente, vai mostrando cada vez mais a sua cara ao longo do episódio.  A escolha de iniciar a saga com o assassinato dos Wayne (e consequentemente, o marco zero da origem do Batman) parece acertada, já que há muito o que contar sobre a origem de todos os que são importantes no universo do Cavaleiro das Trevas.

As atuações de Ben McKenzie (Gordon), Donal Logue (Bullock) e Jada Pinkett Smith (Mooney) são destaques positivos. Por outro lado, aquele jovem Bruce Wayne “bolado” foi uma pequena forçada de barra, mas que não compromete o episódio.

Gostamos também de ver a conversa de Gordon com Bruce Wayne ainda na cena da morte de seus pais e o cuidado de Alfred com seu novo patrão.

O saldo que fica é: a série merece ser vista ao menos até o fim da primeira temporada. E, aos que tinham medo de que fosse mais uma Smallville, essa não parece ser uma possibilidade.

Ainda bem!

A nova mulher-gato

Camren Bicondova, a nova Mulher-Gato

E você? Viu a estreia de Gotham? Conte-nos o que você mais gostou ou o que não te agradou, caro loser!

*    *    *    *    *

Conhece a nossa página no Facebook?

Já nos segue no Twitter?

Atenção: para baixar, clique com o botão direito do mouse em Download e selecione Salvar Link Como

Para assinar no iTunes, clique no botão Agregue a Loserlândia, no lado direito da página.