assinar: Posts | Podcast

Loserlândia 75: Sempre Fui Fã

7 comentários
Loserlândia 75: Sempre Fui Fã

O episódio de hoje está parecendo uma reunião de fã-clube, com os losers e os convidados recordando alguns de seus maiores ídolos na música.

Diogo Sales e Roberto Feliciano recebem convidados para recordações do tempo das revistas de letras de músicas, dos K7’s e dos posteres na parede. Verena Nery veio só pra dar uma bronca histórica e Kbelo pra queimar o filme de um amigo (confira logo abaixo). Mas ainda sobrou espaço no programa para mostrar a vocês o que embalou os bailes da galera que fez o episódio de hoje.

*    *    *    *    *

Comentado no episódio:

Site da banda Alter Bridge (indicação do Kbelo)

julio

Júlio Machado cantando Naldo

Comercial da Pepsi com Tina Turner e Evandro Mesquita

Renato Russo sobre Pais e Filhos no Programa Livre

*    *    *    *    *

Conhece a nossa página no Facebook?

Já nos segue no Twitter?

Atenção: para baixar, clique com o botão direito do mouse em Download e selecione Salvar Link Como

Para assinar no iTunes, clique no botão Agregue a Loserlândia, no lado direito da página.

  • Julio Machado

    Verena is baaaaack. Uhuuuul

    Mais pqp, Roberto. Metaleiro farofa eu também ja fui, sei como é. Meu primeiro CD de metal foi do Helloween, Keeper of the Seven Keys. Vou deixar pro Thierri o textão, mas o Brave New World é um excelente albúm.

    A revolta de Verena foi demais, ri muito aqui. E toda a gama de músicas que ela falou: Desde lambada até New Kids on the Block. E Roqueiro toma banho sim.

    O Kabelo ja é chatão desde sempre “comecei ouvindo BB King” kkkk. Brincadeira Kabelo, meu amô.
    Live after Death melhor albúm ao vivo do mundo????? Você nunca ouviu o Live and Dangerous do Thin Lizzy?

    Diogo, hoje sou um pouco mais fã de você, começar a ser fã de algo com essa história fenomenal. Agora trate de se retratar contando uma história de loser pq se não eu entro com o processo de sua extradição devido a ser muito legal. Freddie Mercury é o meu ídolo more de frontman. Meu sonho era cantar como ele e ter aquele bigode.

    Beatles é a maior expressão musical que já ouvi. Eles nos anos 60 são únicos. O Pet Sounds, pqp, só digo uma coisa sobre esse albúm: não digo nada e digo mais, só digo isso. Tim Maia é a grande voz do Brasil na minha opinião. Sinatra é foda.

    Agora vamos falar de Metal. Black Sabbath, Beatles e Led Zeppelin não são bandas, são religiões. Deep Purple, Thin Lizzy, Bad Company, Pink Floyd, Lynyrd Skynyrd, Creedance Clearwater Revival, Kansas, são todas bandas que eu ouvia nos meus tempos de motoclub (sim, ja fui frequentador de motoclub).

    A minha descoberta tardia que me deixa muito triste é o R&B. Comecei a ouvir de verdade no ano passado e foi algo que parecia que sempre fez parte de mim. The Temptations, the Manhattans, Earth, Wind and Fire, a própria Tina Turner sitada no podcast e o maior de todos: Marvin Gaye. Esse cara sabe fazer música pra fazer amor e eu tenho uma teoria de que metade da raça humana foi feita ao som de Let’s Get It On. Acho um estilo fantástico onde as vozes dos artista são sublimes.

    Muito bom esse cast sobre música, obrigado seus lindos.

    Ps. Não estava entendendo essa foto minha no post até os extras, obrigado Kabelo. E nessa foto eu estava cantando Queen. Kabelo, seu maldito, fica passando na cara as gravações com a Verena… Isso terá volta.

    • Thiérri Parmigiani

      Por que raios você chama o Kbelo de Kabelo?

  • Henrique Fleury Cardoso

    Parabéns pelo cast.
    Em uma época remota de minha vida, onde fazia musculação o cara que treinava comigo era metaleiro forte e gostava de toma uns treco ai comprei dele 12 cds originais de metal, Biohazard, Sepultura que sempre foi e ainda sou fã, mas so da época de Max e Igor Cavaleiro depois disso curto muito não.
    Mas foi bom demais esse cast relembrei uma época boa…

  • The Freeman, El Cucaracho Libr

    Sempre fui fã da Loserlândia.

  • a fã de weezer

    Droga el cucaracho foi mas rápido no comentário, então eu só vou dizer de forma bem pedreira seu lindos obrigada por mais um sorriso nesta segunda, também sou mais uma fã :*

  • Mayara de Oliveira

    Ahhh o Dia do Desafio! Mais uma das bizarrices tradicionais de Santos. Nunca esquecerei o dia em que fui puxar um NAVIO no Porto, minhas pequenas mãozinhas saíram queimadas por causa da corda, mas GANHAMOS!

    Sobre ser fã…

    Trabalhava em um canal de TV que recebia muitos artistas da música, como produtora já era acostumada a lidar com famosos, e sinceramente nunca houve deslumbramento da minha parte, eles iam lá pra trabalhar, assim como eu, tudo muito profissional. Até que um dia eu dei de cara com o guitarrista da minha banda favorita de toda a vida, Dado Villa-Lobos, da Legião Urbana.

    Paralisei.

    Aí ele falou: “oi, tudo bem?”, voltei à realidade e conseguimos conversar, aquele papo meio sem jeito, eu tremendo por dentro, ele respondendo com sorrisos. Fiquei muito feliz em poder expressar pro cara toda a minha admiração pela banda e o quanto eles eram (e são!) importantes pra minha vida. Nos abraçamos, tiramos uma foto, e voltei boba pra minha mesa.

    Sim, Roberto, Los Hermanos é foda!

    forte abraço, Losers!

  • Thiérri Parmigiani

    Sobre o Iron Maiden… não vou fazer texto para justificar a qualidade de uma música para alguém que não gosta de Pink Floyd.

    Após o cancelamento do show do MetallicA em 2004, minha relação com a banda ficou abalada. Até ouvia, mas sem o mesmo tesão. Só fiz as pazes com a banda no ano passado, quando finalmente fui ao show.

    Era muito fã da Xuxa quando era criança, mas essa história eu estou guardando para o meu podcast de dia das mãe gravado com as mães de cada um.