assinar: Posts | Podcast

5 Motivos para ver BoJack Horseman

0 comentários
5 Motivos para ver BoJack Horseman

Estreou hoje a terceira temporada de BoJack Horseman, uma produção da Netflix que conta a história de BoJack, um ator meio cavalo, meio homem (e o completo oposto do que você pode pensar de um centauro) que vive ainda da glória e dos milhões conquistados estrelando uma sitcom nos anos 90. Tente esquecer tudo aquilo que você espera de uma série de animação, pois o que você vai ver acompanhando o dia-a-dia dessa sub-celebridade é totalmente maluco, surpreendente e muitas vezes até melancólico. Por isso, aqui vão cinco motivos pra você espantar esse frio de julho e dar uma chance a mais a essa produção original do canal via streaming.

BoJack participando do Domingo Legal

BoJack participando do Domingo Legal

1. As relações entre os personagens

Na série nos deparamos com vários tipos de relacionamentos, dos mais desproporcionais aos mais originais e inesperados, abordados de forma muitas vezes profunda e com um humor provocativo (característica que pauta série). Entre as tantas relações retratadas na animação está a relação familiar de BoJack Horseman, na qual você acaba compreendendo um pouco porque o personagem é como é.

2. Não é mais um besteirol americano

Uma das características mais impressionantes de BoJack Horseman é a abordagem profunda e muitas vezes perturbadora sobre inúmeros assuntos. São verdadeiros socos no estômago que aparecem sem pedir licença, e que desaparecem na mesma velocidade, fazendo você se perguntar se aquela chicotada verbal realmente apareceu ali.

3. Crítica ao vazio das celebridades

A rotina de festas, pouco trabalho e busca incessante pela fama sem muito esforço e pouco talento é uma crítica pesada à esse mundo “fantástico” de Hollywood. Em alguns momentos, o vazio dá espaço para abuso de drogas, bebidas, sexo descompromissado, entre outros comportamentos não muito recomendáveis.

4. O texto é ótimo e totalmente non-sense

Tem coruja que fica 30 anos em coma e ao acordar vira diretora de uma TV, tem galinha (que mais parece uma senhora de vestido) foragida e prestes a virar frango de supermercado, tem diretor de cinema é uma lagosta chamada Quentin Tarantulino, além de um bicho-preguiça praticamente desmaiado que aparece em uma esteira de academia. É uma situação mais maluca que a a outra.

5. O trailer

Nada do que dissemos convenceu? Veja o trailer da nova temporada:

*    *    *    *    *

Conhece a nossa página no Facebook?

Já nos segue no Twitter?

Para assinar nosso podcast no iTunes, clique no botão Agregue a Loserlândia, no lado direito da página.