assinar: Posts | Podcast

Loserlândia 201: Jerry Lewis Eterno

5 comentários
Loserlândia 201: Jerry Lewis Eterno

É quase fim de ano e a Loserlândia de hoje está especial: vamos celebrar a vida e a carreira de um dos monstros do cinema e da comédia: Jerry Lewis.

Para isso, Diogo Sales e Roberto Feliciano convidaram Sidney Luzio para o debate. A conturbada vida pessoal e sua relação com Dean Martin, o começo da carreira e os filmes mais celebrados, o seu engajamento e postura nas últimas décadas e o legado que ele deixa para a cultura pop e para o humor de hoje em dia.

Deixe seu comentário e seu filme ou cena favorita desse gênio da comédia.

*    *    *    *    *

Comentado no Episódio:

Jerry Lewis “tocando o zaralho” em entrevista

 

A máquina de escrever

 

Regendo a Orquestra

 

A reunião

 

Duelo com Buddy Rich

 

Participação em “Mad About You”

*    *    *    *    *

Conhece a nossa página no Facebook?

Já nos segue no Twitter?

Para baixar: clique em clicarcom o botão direito do mouse e selecione Salvar Link Como

Para assinar no iTunes, clique no botão Agregue a Loserlândia, no lado direito da página.

  • The Freeman, El Cucaracho Libr

    Já que o episódio sobre Jerry Lewis já está pago, é hora de fazer um episódio sobre VIDA E OBRA DE BENITO VASQUES PUTA HOMÃO DA PORRA! Que texto é esse, meu amigo. Não entendi nada, e isso já é motivo pra me fazer acreditar que esse homem é a epítome da expressão. É isso que é o amor?
    Sobre eu prever o tema do episódio, devo dizer que tenho um insider na Loserlândia (oh!), e posso adiantar aos ouvintes que se preparem para os episódios sobre o caso do chupa-cú, madrugada na Band, Terra plana e livros de colorir. Aguardem.

  • Leandro Silva

    Ah! meus queridos; obrigado por esse presente de podcast, por essa maravilhosa viagem até minha infancia, onde eu me deleitava com aquele sujeitinho todo espalhafatoso e cheio de caretas na Sessão da Tarde na casa de minha avó, em sua velha televisão Telefunken (que ainda era pt &b) na longínquadécada de 70, e como eu me divertia. Como foi também maravilhosa a experiencia de assistir ontem, após ouvir este podcast, ao meu preferido, o “O Mensageiro Trapalhão”, com meu menino e que grandiosa satisfação em ve-lo delirando de gargalhar, aquela risada gostosa, frouxa e simplória, que só uma boa comédia é capaz de proporcionar; poxa, que bom ver que nosso querido Jerry ainda é capaz de encantar até as mais agitadas,hiper-ativas e exigentes gerações!!!
    E não escutei vcs comentando (pode até ser que foi um lapso meu), mas se realmente não comentaram fica aqui minha pequena e insignificante contribuição para esse maravilhoso podcast: alguém se lembra que nosso querido comediante fez uma boa participação no antigo e ótimo seriado oitentista (bem, aqui no Brasil acho que foi noventista) como um chefe mafioso em um dos arcos desta série, o “O Homem da Máfia” ou “Wiseguy”, protagonizado por Ken Hahl como Vinnie Terranova? E olha que Lewis mandou muito bem no papel. Fica aqui minha pequena memória para agregar o conteúdo. E que pena que nunca mais achei esse esquecido seriado para assistir, deu até saudades rsrsrsrs.
    No mais, esse comediante merecia um podcast a altura de sua importancia. Obrigado por ser vcs!

  • a fã de weezer

    Faltou dizer que ele também atuava com os pés e por isso ele usava as vezes a barra da calça curta outra coisa se ele tem problemas para sair do personagem imagine o Nicolas Cage um bipolar do caralho!!!

  • Ultra com gola rolê

    Quando alguém menciona Jerry Lewis, a primeira imagem que me vem a cabeça (nao sei porque!) e uma cena do filme, O Terror das mulheres, muito mais surreal do que engraçada.

    https://youtu.be/Ua4suRfdbWU

    Resistindo o filmes no youtube, tive uma feliz surpresa, ao descobrir que em alguns deles, Jerry e dublado e por Nelson Machado (o lendário dublador do personagem kiko no seriado Chávez) fato esse que, minha memória apagou completamente!

    E preciso separar, o homem do artista, naquela mesma ultima entrevista em que ele aparece mal humorado, ele diz algumas coisas bem chocantes como por exemplo: Expressar uma genuína admiração por Donal Trunp, ou dizer que os refugiados de países islâmicos deveriam “voltar para o buraco de onde saíram!”.

    Também quero destacar, uma faceta pouco lembrada de Jerry, a de cantor, como por exemplo, nesse programa da TV americana nos anos 60, onde ele interpreta uma bela musica “I will See Your Light”.

    https://youtu.be/bNYucEWQxFs

    • Leandro Silva

      Obrigado por agregar mais conteúdo ao meu conhecimento sobre esse excepcional artista! Muito bom mesmo.