assinar: Posts | Podcast

Loserlândia 174: Mas Que Maravilha de Mulher!

7 comentários
Loserlândia 174: Mas Que Maravilha de Mulher!

O avião (invisível) da Loserlândia hoje desembarcou em Themyscira para um episódio mais do que especial. Hoje vamos conversar sobre o filme da Mulher Maravilha.

Os medianos Diogo Sales e Roberto Feliciano recebem Jeanine Ribeiro, Mari Molinari e Mayara de Oliveira para um debate descontraído sobre o filme da super heroína e levantar questões como o empoderamento feminino é retratado no longa e sobre o futuro dos filmes de heróis, da Marvel e da DC

Das aulas de Claire Underwood ao momento em que Diana derrota o super inspetor de alunos, passando pelos Bastardos Inglórios e pela cena espetacular da trincheira na Guerra. A conversa é divertida e franca, como se estivéssemos todos amarrados pelo laço da verdade.

Não perca esse episódio, que está uma… maravilha.

Mas atenção: tem spoiler até não poder mais.

Divirta-se!

*    *    *    *    *

Trailer do filme:

*    *    *    *    *

Conhece a nossa página no Facebook?

Já nos segue no Twitter?

Para baixar: clique em clicarcom o botão direito do mouse e selecione Salvar Link Como

Para assinar no iTunes, clique no botão Agregue a Loserlândia, no lado direito da página.

  • Mayara de Oliveira

    E essa maravilhosa estava grávida de 5 meses quando filmou algumas cenas.
    Êta mulherão da porra!

  • Leandro Silva

    Bem, meus queridos, mais um excelente podcast pra variar. Parabéns mais uma vez!
    Minha nerdisse, que foi forjada a base de “Superamigos”, Linda Carter e Christopher Reeves, foi mais uma vez alimentada por esse podcast respeitoso, entusiasmado e vibrante.
    Realmente, o universo DC precisava de novos rumos – ainda que não haja mais tempo de se fazer mais nenhum ajuste em LJ (não, pessoal, Joss Whedon não foi agregado para desfazer a lambança do Snyder ou refazer alguma coisa sequer, pois o filme já está totalmente filmado – creio que sua parte é ajudar no corte final do filme para os cinemas) – e, se as próximas películas tiverem ao menos 30% da esperança e até mesmo do heroísmo saudável e altruísta dos primórdios, já conquistamos uma chance de alcançar novos clássicos inspiradores da DC para as próximas gerações.
    Ao meu ver, ainda que querendo soar grandiloquente e original, adulto e “realista”, um dos maiores equívocos dessa nova safra iniciada por “Man of Steel” foi querer quebrar o padrão “saga do herói”, e isso tornou os massacrados filmes da DC sem nenhum apelo, pouco inspiradores e quase esquecíveis (defeitos inaceitáveis para os dois GRANDES ÍCONES desse mundo heroístico. Para mim, não existe essa história de Marvel ou DC, não lidamos com melhores ou piores, mas sim filmes que, ainda que singelos ou até medíocres, instilam uma aspiração melhor, maior e mais nobre.
    Eu gostei dos filmes da DC, se tão somente abstrair que aqueles são o alienígena que alcançou e nos mostrou uma humanidade verdadeira e o detetive audaz que jurou se dedicar a justiça e a proteção dos inocentes ao túmulo de seus pais! Mulher-Maravilha nos trouxe de volta a esse universo um tanto ingenuo, mas porque não inspirador?

  • Ultra com gola rolê

    Ola, nerds da “velha guarda”!

    Este filme MARAVILHOSO, reacendeu em mim a esperança, de que entre erros e tropeços a WARNER/DC, esta aprendendo a “calibar” melhor o estilo de seus filmes, chegando filanalmente a um meio termo, entre o estilo engraçaralho marvel e o ton dramatico de nolan. https://uploads.disquscdn.com/images/aa1c52e57c136e35f6f3d8c404fd98e972fa2ded73fb6865ef1e5f8ffd466cc3.jpg

    • Ultra com gola rolê

      Tem sido bem legal, ouvir o ponto de vista feminino sobre o filme em si, pois elas enxergan o que nos, homens nao consiguimos ver, como por exemplo:

      Na cena em que Steve Trevor esta nu, ele explica a ela que seu relogio diz a ele a que horas ir dormir, comer, acordar e fazer outras coisas.

      Ela responde:

      – Entao voce premite, que uma coisa tao pequena, lhe diga o que fazer?

      • Ultra com gola rolê

        Esta frase e uma metafora (ou critica sutil) a relaçao que a maioria dos homens, tem com seus proprios penis!

        https://uploads.disquscdn.com/images/ada780eaf1dd1cc90703ac939d285e1948977d12cbad5cb27e441819a45b60a2.jpg

        • Ultra com gola rolê

          Para encerar, aqui vao algumas curiosidades sobre, a vila do filme:

          A personagem apareceu pela primeira vez em 1942 na Sensation Comics #2 assim como Diana, a vilã também foi criada por William Moulton Marston.

          A primeira versão, de capuz e máscara, era na verdade a princesa japonesa Maru, tentando disfarçar a identidade e também o gênero atuando como líder de uma célula nazista terrorista. Seu objetivo era envenenar a água dos aliados com uma droga chamada “reverso”, que faria com que as pessoas se comportem de forma oposta ao que lhe ordenam.

          Martson criou a Doutora Veneno para ser o oposto da Mulher-Maravilha. A heroína é bela e exibe o corpo atlético. A vilã tem o rosto desfigurado e esconde até mesmo que é uma mulher. Assim como Diana, ela cresceu entre a realeza.

          A revelação de que Doutora Veneno era uma mulher ocorreu só depois da Mulher Maravilha tirar suas vestes por completo.

          https://uploads.disquscdn.com/images/9e3197bed609083f2af81397c8b5b87692a72fc2176825a25140987b50a31e4e.jpg